Fiscalização conjunta encontra irregularidades em instituição de longa permanência

Publicado por: Editor Feed News
21/09/2022 10:19 AM
Exibições: 39
Divulgação
Divulgação

A ação foi realizada nesta terça-feira, 20, pelo Ciappi com o apoio do Procon/PE e MEPCT



Equipes do Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa (Ciappi), com o apoio do Procon/PE e do Mecanismo Estadual de Prevenção e Combate à Tortura (MEPCT), realizaram fiscalização, na manhã desta terça-feira, 20, na Instituição de Longa Permanência (ILPI) Doce Lar, localizada em Piedade, Jaboatão dos Guararapes.



Durante a ação foram encontradas diversas irregularidades, entre elas:  água do poço sendo utilizada para beber; falta de medicamentos para diabetes, como a insulina; falta de barra de proteção nas camas e de suportes para evitar quedas como alças de sustentação e tapetes antiderrrapantes, principalmente nos banheiros.  



Também foram constatadas a falta de técnicos de enfermagem e enfermeiros para atendimento aos 20 idosos que moram no local e a presença de pessoas com menos de 60 anos residindo na ILPI. Não havia funcionários para realização de atividades de lazer e nem climatização dos ambientes, os ventiladores eram trazidos pelas famílias.



Na ocasião, os fiscais do Procon/PE descartaram mais de 11 quilos de frango com data de validade vencida. E entre os medicamentos foram encontrados remédios para depressão, analgésicos, diuréticos, remédios para controle da glândula tireoide, para rinite e crises de asma, todos vencidos.



O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Cloves Benevides, explica que a fiscalização tem o intuito de prevenir os casos de violação dos direitos das pessoas idosas que vivem em ILPIs em situação de vulnerabilidade, muitas vezes já abandonadas pelas próprias famílias”. O relatório com as irregularidades será encaminhado ao Ministério Público e à Vigilância Sanitária Estadual para providências cabíveis.

As denúncias de violações contra pessoas idosas podem ser feitas através do telefone (81) 3182-7649 ou pelo e-mail ciappi2016@gmail.com, no horário das 9h às 13h.

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags:

Mais vídeos relacionados