Cientistas querem embalagens de carne com imagens chocantes como os cigarros

Publicado por: Feed News
23/02/2023 11:40 AM
Exibições: 98
Divulgação/Arte TVA
Divulgação/Arte TVA

Cientistas querem que as embalagens de carne dos supermercados tenham imagens e mensagens chocantes, tal como nos maços de cigarros

 

Desde 2001 que os maços de cigarros à venda no Brasil têm imagens chocantes e frases de alerta sobre os riscos de fumar para a saúde. Câncer, Pulmões e línguas com tumores, pessoas amputadas, mortas dentro de sacos ou em camas de hospital e uma mulher a cuspir sangue são algumas das imagens usadas.

 

Agora, cientistas querem colocar imagens e mensagens semelhantes em embalagens de carne nos supermercados. A ideia é tentar persuadir as pessoas a deixar de comer carne.

 

Um estudo da Delft University of Technology, nos Países Baixos, descobriu que os consumidores sentiam-se menos inclinados a comprar produtos com este tipo de rótulos. Uma imagem de um animal morto com a mensagem “os animais sofrem quando você come carne” é apenas um exemplo dos rótulos sugeridos.

 

“As nossas análises mostram que acrescentar um rótulo a uma embalagem de carne, alertando os potenciais clientes sobre as consequências negativas da sua compra, pode ser uma maneira eficaz de influenciar o comportamento dos compradores”, escrevem os autores do estudo publicado na revista Food Quality and Preference.

 

Numa das experiências, os investigadores mostraram a 161 voluntários uma de duas embalagens de peitos de frango, sendo que uma delas tinha o rótulo semelhante aos maços de cigarros.

 

Depois, os participantes foram questionados sobre a probabilidade de comprarem o produto, a sua resposta emocional, se isso afetaria os seus hábitos de consumo futuros e com que frequência comiam carne, explica o Daily Mail.

 

Não só os voluntários mostravam-se menos propensos a comprar os peitos de frango, como também ficariam menos inclinados a comer carne no futuro.

 

Comer carne animal pode ser não saudável por várias razões. A carne vermelha e processada contém altos níveis de gordura saturada e colesterol, que estão associados a um aumento do risco de doenças cardíacas. Além disso, alguns pesticidas, hormônios e outras substâncias químicas podem ser encontrados em carne animal, o que pode ser prejudicial à saúde. Algumas carnes também podem conter bactérias e outros micro-organismos nocivos, como Salmonella, E. coli e Listeria, que podem causar infecções graves. Finalmente, a carne animal também contém altos níveis de nitratos, que podem ser cancerígenos.

 

Mensagens relacionadas com a saúde resultaram numa resposta menos emocional do que mensagens relacionadas com sofrimento animal e perigos para o ambiente. Os cientistas argumentam que isto levou as pessoas a sentirem “níveis mais altos de culpa do que vergonha”.

 
Com informações da Agência ZAP //

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags:

Mais vídeos relacionados