Ucrânia Supera Defesa Aérea Russa: S-300 e S-400 Russo Sob Ataque

Publicado por: Feed News
16/06/2024 02:50 PM
Exibições: 78
Divulgação/Redes Sociais/Captura de Tela
Divulgação/Redes Sociais/Captura de Tela

Defesa Ucraniana Supera Sistemas de Defesa Aérea Russos S-300 e S-400: Um Golpe na Invulnerabilidade Moscovita


A crença na invulnerabilidade dos sistemas de defesa aérea russos S-300 e S-400 foi seriamente abalada pelos recentes sucessos dos defensores ucranianos. Em uma série de ataques estratégicos, a Ucrânia demonstrou que até mesmo as armas mais avançadas da Rússia podem ser superadas por mísseis ocidentais mais antigos. Este fato é sublinhado por recentes ações na Crimeia, temporariamente ocupada pela Rússia. The Telégraf escreve sobre isso

 

Vulnerabilidade dos Sistemas de Defesa Russos
O sistema S-400, em serviço desde 2007 e custando mais de um bilhão de dólares, é considerado um dos melhores da Rússia. No entanto, os ataques ucranianos com mísseis americanos Atacms, em serviço desde 1986, e o Storm Shadow, desenvolvido nos anos 90, mostraram que essas defesas aéreas não são impenetráveis.

Matthew Saville, diretor de ciência militar do Royal Joint Forces Institute (RUSI), comenta: “As pessoas têm exagerado a importância das defesas aéreas russas há anos. Vimos no passado que elas não protegeram os sírios na Síria, não protegeram os iranianos no Irã e agora não protegeram os russos na Crimeia.”

 

Superioridade dos Mísseis Ocidentais
Fabian Hoffmann, especialista em tecnologia de mísseis na Universidade de Oslo, explica que os mísseis de cruzeiro ocidentais, como o Storm Shadow, são mais difíceis de interceptar devido à sua tecnologia furtiva e voo em baixa altitude. Essa combinação permite que esses mísseis passem despercebidos pelos radares russos e atinjam seus alvos com precisão.

“Os ucranianos realmente planejam essas trajetórias, traçando-as cuidadosamente para contornar o equipamento de defesa aérea russo. Vemos também que os operadores russos não parecem ser muito qualificados”, acrescenta Hoffmann.

 

Estratégia Ucraniana e Desafios Russos
Os ataques ucranianos são frequentemente acompanhados por um grande número de drones, aumentando a pressão sobre as defesas russas. Segundo Saville, a Rússia é forçada a usar suas armas de forma mais compacta devido à extensa linha de frente com a Ucrânia e outras regiões que precisam ser defendidas, como Kaliningrado e a Península de Kola.

Os recentes ataques na Crimeia têm sido uma "dor de cabeça para Putin", dificultando a operação e o abastecimento das tropas russas na região. A implantação do sistema S-500 para proteger a ponte Kerch ilustra a resposta do Kremlin às incursões ucranianas.

 

Implicações para o Futuro
Os contínuos ataques ucranianos podem tornar a Crimeia inoperável como uma base militar estratégica para a Rússia. Na noite de 12 de junho, as tropas ucranianas atingiram várias divisões de mísseis antiaéreos S-300 e S-400 na Crimeia, sublinhando a vulnerabilidade das defesas russas.

 

Conclusão
Os recentes eventos destacam a capacidade da Ucrânia de contornar as defesas aéreas russas e lançar ataques eficazes. Esta situação não só desafia a percepção da invulnerabilidade militar russa, mas também complica a estratégia de defesa de Moscou, exigindo uma reavaliação de suas prioridades e capacidades.