OTAN Debate Aumento de Alerta Nuclear em Meio a Ameaças Crescentes

Publicado por: Feed News
16/06/2024 11:40 PM
Exibições: 101
Stoltenberg alertou que a China está investindo pesadamente em armas modernas/fontes abertas
Stoltenberg alertou que a China está investindo pesadamente em armas modernas/fontes abertas

Desafios Geopolíticos: OTAN e a Era dos Múltiplos Adversários Nucleares


O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, anunciou discussões para aumentar a prontidão de armas nucleares da aliança, em resposta às crescentes ameaças vindas da Rússia e da China.

 

Aumento da Prontidão Nuclear
Stoltenberg defendeu a necessidade de mostrar o arsenal nuclear da OTAN como uma mensagem direta aos inimigos, destacando consultas em curso entre os membros da aliança sobre a mobilização de mísseis armazenados para a prontidão de combate.

 

Transparência e Dissuasão
O secretário-geral elogiou os 32 aliados da OTAN pela contribuição à dissuasão nuclear, citando os Países Baixos por investimentos recentes em aviões de combate capazes de transportar armas nucleares dos EUA.

 

Desafios Emergentes
Stoltenberg alertou sobre os esforços significativos da China na modernização de armas, incluindo seu arsenal nuclear projetado para crescer para 1.000 ogivas até 2030, destacando o novo cenário com múltiplos adversários nucleares.

 

Consequências e Riscos
O secretário-geral também sublinhou os riscos associados ao aumento do arsenal nuclear russo em Kaliningrado e as consequências para a segurança dos países da UE, ressaltando a realidade das ameaças presentes.

 

Conclusão
Enquanto a OTAN mantém o compromisso com um mundo livre de armas nucleares, a atual realidade geopolítica exige que a aliança continue a se posicionar como uma força nuclear para dissuadir adversários potenciais.

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags:

Mais vídeos relacionados